Última hora

Última hora

Principal adversário de al-Bashir desiste das presidenciais sudanesas

Em leitura:

Principal adversário de al-Bashir desiste das presidenciais sudanesas

Tamanho do texto Aa Aa

O principal partido do Sul do Sudão anunciou a retirada do candidato às presidenciais e um boicote unilateral das eleições na região do Darfur.

Yasser Arman,que concorria à chefia do Estado pelos ex-rebeldes do Movimento Popular de Libertação do Sudão e era considerado o principal adversário de Omar al-Bashir, justificou a decisão com “a situação em termos de segurança, o estado de emergência e as dificuldades da população no Darfur”, que “não permitem eleições livres e justas”.

O partido de Arman vai, no entanto, participar nas eleições regionais e legislativas no resto do país. O anúncio surpreendeu o resto da oposição, que equacionava um boicote conjunto às primeiras eleições multipartidárias dos últimos 25 anos, previstas de 11 a 13 de Abril.

Alvo de um mandado de captura do Tribunal Penal Internacional por crimes de guerra e contra a humanidade, o presidente sudanês procura legitimidade no escrutínio. A retirada de Arman garante praticamente a reeleição de al-Bashir que, temendo uma aliança dos ex-rebeldes do Sul com o resto da oposição, tinha deixado uma ameaça: se o Movimento Popular de Libertação do Sudão recusasse participar nas eleições, o referendo sobre a independência do Sul do país previsto para Janeiro de 2011 não teria lugar.