Última hora

Última hora

Turquia: protesto de trabalhadores da Tekel degeneram em confrontos

Em leitura:

Turquia: protesto de trabalhadores da Tekel degeneram em confrontos

Tamanho do texto Aa Aa

Na capital turca, um novo protesto dos trabalhadores da tabaqueira Tekel acabou em confrontos com as forças de segurança.

Depois de ter tentado impedir a manifestação em Ankara sem sucesso, a polícia recorreu a bastões e gás lacrimogéneo para dispersar os milhares de participantes no protesto.

Segundo testemunhas, registaram-se vários feridos e pelos menos uma quinzena de detenções.

O protesto, dirigido contra o Governo turco, denuncia as reduções salariais e dos horários de trabalho como consequência do plano de privatização da tabaqueira.

A manifestação contou com a solidariedade de estudantes, sindicatos e vários partidos de esquerda.

Entre o fim de 2009 e o início de Março, mais de 25 mil pessoas participaram num protesto contínuo em Ankara.

Os 78 dias de reivindicações tinham sido interrompidos para abrir a via ao diálogo. Mas o executivo ignorou as exigências dos sindicatos, que prometem agora voltar às ruas da capital turca nos dias 2 e 3 de Maio, convocando ainda uma greve geral para o dia 26 do mesmo mês.