Última hora

Última hora

Violência em Bichkek fez pelo menos 68 mortos

Em leitura:

Violência em Bichkek fez pelo menos 68 mortos

Tamanho do texto Aa Aa

A contestação contra a corrupção e o rumo “autoritário e nepotista” do presidente quirguistanês deu os primeiros sinais na terça-feira em Talas, no noroeste do país.

Ontem, na capital, centenas de manifestantes tomaram de assalto o Parlamento, a presidência, a procuradoria-geral e mesmo o canal de televisão estatal.

As autoridades decretaram o estado de emergência e o recolher obrigatório, sem sucesso.

As forças da segurança abriram fogo sobre os manifestantes, recorrendo também a gás lacrimogéneo e granadas atordoantes.

Os violentos confrontos em Bichkek fizeram pelo menos 68 mortos e mais de 500 feridos, segundo o ministério da Saúde. A oposição fala em mais de cem mortos.