Última hora

Última hora

Obama e Medvedev avisam o Irão

Em leitura:

Obama e Medvedev avisam o Irão

Tamanho do texto Aa Aa

Os presidentes dos Estados Unidos e da Rússia carimbaram uma nova geração do Tratado START, para limitação de armas nucleares.

Um acordo que vem reduzir o número de ogivas nucleares, em cerca de 70 por cento.

Um acordo histórico, chancelado pelas assinaturas de Barack Obama e Dimitri Medvedev, numa cerimónia, em Praga.

A partir de agora, as duas mais importante potências nucleares vão cooperar, sobretudo, lutando pela não proliferação. Um aviso ao Irão e à Coreia do Norte. Obama apontou o discurso para Teerão:

“Estados Unidos e Rússia são parte de uma aliança das nações que insiste que a República Islâmica do Irão sofrerá consequências se continuar a violar as suas obrigações”.

E Medvedev recordou a posição russa:

“A nossa posição é conhecida e eu posso mais uma vez recordá-la. Naturalmente, as sanções não são desejáveis, embora por vezes sejam necessárias. Mas em todo caso, estas sanções devem ser somente em nome da não proliferação e não contra o Povo iraniano”.

O presidente dos Estados Unidos aproveitou a presença em Praga de alguns líderes dos aliados do leste europeu, para explicar o acordo em pormenor.

Segundo o primeiro-ministro checo, Obama garantiu que os restantes parceiros do leste europeu continuam a fazer parte da estratégia euro-atlântica.

E assegurou ainda a cooperação dos Estados Unidos, em matéria de defesa.

Uma declaração para sanar as preocupações, depois do abandono do projecto de instalação, na Europa, do escudo anti-míssil.