Última hora

Última hora

Aparente calma no Kirguistão

Em leitura:

Aparente calma no Kirguistão

Tamanho do texto Aa Aa

A polícia e o exército do Kirguistão recuperaram algum controle sobre a cidade de Bichkek, a capital.

Pela primeira vez, desde o levantamento popular, na noite de sexta-feira, as forças regulares reassuniram o controle da cidade.

Um controle que parece não ser total.

Há também brigadas de voluntários que controlam algumas ruas da capital. Dizem que o seu patrulhamento é suficiente, para garantir a segurança da cidade.

Uma situação potencialmente explosiva, apesar da aparente calma.

A população distribui comida aos voluntários, numa manifestação de claro apoio.

O Kirguistão é um dos países mais pobres da Ásia Central e acolhe uma base americana, de apoio logístico às tropas estacionadas no Afeganistão.

As autoridades americanas decidiram, esta sexta-feira, suspender todos oos voos a partir de Manas, por razões de segurança.

O abastecimento da frente afegã faz-se agora pelo Koweit.

Isto, apesar de a presidente interina ter dado garantias de que o novo poder não pretende tocar na base.

Rosa Otunbayeva voltou a apelar ao presidente, Kourmanbeck Bakiev, para que abandone o país.

Entretanto, o novo poder congelou todo o sistema financeiro, acusando a banca de estar dominada pelo presidente Bakiev.

A violência dos confrontos dos últimos dias está patente, no estado de destruição de alguns edifícios públicos da capital.