Última hora

Última hora

Clima: Bona tenta restaurar confiança perdida em Copenhaga

Em leitura:

Clima: Bona tenta restaurar confiança perdida em Copenhaga

Tamanho do texto Aa Aa

Foi o que sobrou de Copenhaga. Quatro toneladas de cacos que os ambientalistas levaram até Bona, na Alemanha, onde decorre a conferência das Nações Unidas para as alterações climáticas.

O encontro arrancou esta sexta-feira e reúne líderes de 175 países.

Restaurar a confiança perdida em Copenhaga e traçar um plano de trabalho até à próxima conferência do clima, agendada para final do ano no no México são dois dos objectivos.

“As ilhas mais pequenas não sentiram mudanças.
Na verdade a situação piorou. Porque quando olha para as metas definidas no acordo de Copenhaga falava-se de um aumento da temperatura de cerca de 3 degraus e meio, por isso, a situação piorou” afirma o embaixador das Seychelles na ONU.

O acordo não vinculativo de Copenhaga fala de um limite máximo de 2ºC para o aumento da temperatura média da Terra no futuro, mas não explica como lá chegar.

Os representantes dos países pretendem estabelecer, em Bona, uma ponte entre os negociadores e os líderes políticos.

A conferência sob a égide das Nações Unidas termina amanhã.