Última hora

Última hora

Bakiyev admite renunciar

Em leitura:

Bakiyev admite renunciar

Tamanho do texto Aa Aa

Afinal o chefe de estado do Quirguistão admite renunciar ao cargo se forem garantidas as condições de seguranças para si e para a sua família.

Kurmanbek Bakiyev teme que os populares, que se têm manifestado contra os seus cinco anos de mandato, ponham em risco a sua vida e cede às pressões do governo provisório.

Esta manhã o executivo interino tinha retirado a imunidade a Bakizev e garantia que se ele não se entregasse, voluntariamente, até ao fim do dia enviariam forças para o prender.

Bakiyev foi expulso do palácio presidencial pelas forças da oposição, que tomaram as rédeas do país. Desde então, o Presidente tem estado isolado no sul do país, região de onde é oriundo.

Na capital a população presta homenagem aos mais de oitenta mortos durante os confrontos com a polícia, no início do mês.

Durante a ocupação do parlamento e presidência pelos manifestantes cerca de mil e quinhentas pessoas ficaram feridas.