Última hora

Última hora

Presidenciais polacas na ordem do dia

Em leitura:

Presidenciais polacas na ordem do dia

Tamanho do texto Aa Aa

Apesar do luto, a Polónia começa a pensar nas cadeiras do poder que ficaram vazias, com a tragégia que matou o presidente Lech Kazynski e ainda três senadores e 15 deputados.
 
Esta quarta-feira, o presidente interino deve anunciar a data das eleições presidenciais que, nos termos constitucionais, devem acontecer nos próximos 60 dias.
 
E há já dois putativos candidatos. Um deles é o presidente interino, Bronislaw Komorowski, um liberal que vai contar com o apoio da Plataforma da Cidadania.
 
Ainda sem dar sinais, pode entrar nesta corrida o irmão gémeo do presidente falecido, o antigo primeiro-ministro, Jarislaw Kaczynski.
 
Será a figura mais desejada, pelo Partido do Direito e da Justiça, para disputar estas eleições.
 
O socialista Jerzy Szmajdzinsski era outro nome de que se falava. Mas também ele morreu, no desastre de sábado.