Última hora

Última hora

Protestos contra mortes de civis afegãos 

Em leitura:

Protestos contra mortes de civis afegãos 

Tamanho do texto Aa Aa

A morte vários civis num ataque das forças da coligacão levou centenas de afegãos às ruas de Kandahr.
 
Revoltados, os habitantes denunciaram as falhas dos militares, sobretudo americanos, e gritavam morte à América”.
 
A força da NATO no Afeganistão, admitiu que soldados mataram quatro civis, entre os quais uma mulher e uma criança, ao abrirem fogo contra um autocarro, no distrito de Zhari, província de Kandahar
  
Um comunicado divulgado pelo comando da Força Internacional de Assistência à Segurança em Cabul admite ainda a existência de 18 feridos.
 
Uma equipa conjunta de investigadores da ISAF e do Governo afegão seguiu para o local para inquirir os acontecimentos.
  
Um pouco mais tarde, um ataque suicida visando aos serviços de inteligência fracassou em Kandahar, quando um suicida se fez explodir, antes de atingir seu objetivo.
 
Esses dois incidentes ilustram a insegurança que reina na província de Kandahar, berço histórico dos talibãs e onde as forças internacionais preparam uma vasta ofensiva terrestre, para Junho.