Última hora

Última hora

China: sinistrados passam noite ao frio

Em leitura:

China: sinistrados passam noite ao frio

Tamanho do texto Aa Aa

São já mais de 600 os mortos e 10 mil os feridos do sismo que abalou a região do Tibete, no distrito de Yushu. As operações de resgate deverão ser demoradas devido à localização remota da província. Os sinistrados passaram a noite ao frio.

De acordo com as autoridades chinesas, até ao momento foram já resgatadas cerca de 900 pessoas, mas calcula-se que haja muitas mais ainda soterradas.

Jiegu, a cidade onde fica a sede do governo local, foi a mais atingida pelo terramoto, que ocorreu a uma profundidade de 10 km. Cerca de 90% dos edifícios ruíram, incluindo escolas, que à hora da tragédia estavam abertas.

Pequim libertou uma verba equivalente a 20 milhões de euros para ajuda de emergência. A região sinistrada foi visitada pelo vice primeiro-ministro chinês.

As equipas de socorro distribuíram mais de cinco mil tendas e cerca de cem mil cobertores, necessários numa região onde as temperaturas são negativas durante a noite.