Última hora

Última hora

Cientistas dizem que é impossível prever fim da erupção

Em leitura:

Cientistas dizem que é impossível prever fim da erupção

Tamanho do texto Aa Aa

Os cientistas afirmam que é impossível prever quantos dias vai durar a erupção do vulcão islandês.
 
O Instituto de Meteorologia da Islândia afirma que o vulcão continua a expelir cinzas e que a nuvem atinge os quatro a cinco quilómetros de altitude.
 
Entrevistado pela Euronews, o geólogo Paul Einarsson faz o ponto da situação:
 
“O que é surpreendente é o facto de esta erupção estar a causar muitos problemas porque se trata de uma pequena erupção. Os principais efeitos estão ligados ao facto de a erupção ter ocorrido debaixo de um glaciar. O gelo derreteu e causou uma inundação o que causa estragos nas estradas e nos campos”.
 
Os cientistas monitorizam eventuais efeitos para a saúde humana.
 
“A cinza contém muito flúor o que causa distúrbios em animais e pessoas. é uma situação que está a ser seguida de perto. Em erupções anteriores deste vulcão houve problemas com o gado”, sublinha o cientista islandês.
 
“Não é possível prever quanto tempo a erupção vai durar. Já dura há dois dias e não diminuiu, por isso não deverá acabar tão cedo. Poderá durar dias ou mesmo semanas ou meses” adverte Paul Einarsson.
 
Depois de ter estado adormecido durante quase duzentos anos, o vulcão acordou a 21 de Março. A última grande erupção começou em 1821 e durou perto de dois anos.
Os cientistas alertam para o risco de o vulcão Katla entrar também em erupção, porque os dois costumam estar associados.