Última hora

Última hora

Protesto em Berlim contra abusos perpetrados por padres

Em leitura:

Protesto em Berlim contra abusos perpetrados por padres

Tamanho do texto Aa Aa

Centenas de pessoas manifestaram-se em Berlim para mostrar ao Mundo os abusos e a violência a que foram submetidas nas instituições alemãs, nas décadas de 50 e 60.

Um dos participantes acusa as autoridades e a Igreja católica de fecharem os olhos a este crime: “Temos de tornar isto público e pressionar os políticos. Vamos obrigá-los a levantarem-se das cadeiras confortáveis e forçá-los a reconhecerem-nos. E não vamos desistir de os pressionar, vamos continuar a dizer-lhes:’ Olá, estamos aqui. Não nos estão a ouvir? Comecem a ouvir-nos’.”

Dispostos a dialogar sobre o assunto, ainda esta quinta-feira, a ministra da Justiça encontrou-se com o bispo alemão Robert Zollitsch e reconheceu que uma mudança está em curso: “Posso apenas admitir que a Igreja Católica está a passar por uma fase de mudança e que estão a realizar um trabalho progressivo para a mudança do texto de orientação”.

O aumento das denúncias de abusos em instituições, na Alemanha, tem levado à perda de apoiantes.

Um dos últimos actos de descontentamento aconteceu há dois dias e teve por alvo a casa onde nasceu o Papa Bento XVI. As paredes da habitação, na região da Baviera foram vandalizadas com frases obscenas de conotação sexual.