Última hora

Última hora

Só o sul da Europa escapa à nuvem de cinzas

Em leitura:

Só o sul da Europa escapa à nuvem de cinzas

Tamanho do texto Aa Aa

Os cientistas consideram que, se o vulcão islandês continuar em erupção, os distúrbios no tráfego aéreo poderão prolongar-se por vários meses.

Um cenário negro para as companhias aéreas. A cada dia que passa o sector perde duzentos milhões de euros.

Por enquanto, só o sul da Europa escapa à nuvem de cinzas.

“A área perigosa ou a nuvem de fumo continua a espalhar-se no centro e no norte da Europa. Os países sem problemas onde os aeroportos estão abertos são Portugal Espanha, o sul de Itália, a Bulgária e a partir daí para sul”

As cinzas expelidas por um vulcão são um perigo para a aviação civil. Podem causar avarias nos motores e uma redução da visibilidade.

O director do Museu do Ar, em Paris, explica de que forma a cinza interfere com os motores:

“Num motor, temos turbos e censores. Falámos várias vezes dos censores Pitot que entopem, o que perturba os computadores e desliga os motores. Houve casos de pilotos que voavam na Indonésia e no Alasca e em que os motores se desligaram”.

A cinza vulcânica pode não só parar os motores como também danificá-los, o que obriga a uma revisão completa do aparelho. Tendo em conta os custos da revisão, é preferível evitar as nuvens de cinza.