Última hora

Última hora

Passageiros desesperam

Em leitura:

Passageiros desesperam

Tamanho do texto Aa Aa

Com o tráfego aéreo fortemente perturbado pelo quarto dia consecutivo, os passageiros que ficaram em terra começam a desesperar.

Em Tóquio, um turista britânico não esconde a irritação:

“Precisamos de apoio. Eles não nos fornecem qualquer ajuda. Estamos desiludidos”.

Foram anulados dezenas de milhares de voos nos últimos dias.

Em Paris, alguns passageiros passaram a noite no aeroporto de Orly.

Um funcionário da companhia aérea da Tunísia teme um enchente de gente na segunda-feira:

“Amanhã de manhã, deverá haver muita gente mas as pessoas percebem o que se passa, vêem televisão e esperam por informações. Mesmo assim, quando abrirmos amanhã vai ser uma confusão”.

A procura de transportes rodoviários explodiu. As empresas aumentaram a frequência das viagens mas, mesmo assim, os autocarros estão sobrelotados.

“Estamos exasperados e cansadas, estivemos imenso tempo na fila para finalmente ficar a saber que temos de esperar uma semana para voltar a casa”, diz uma mulher.

Não se sabe quanto tempo a situação vai durar. As previsões do tempo indicam que a nuvem de cinzas deverá manter-se nos próximos dias, e poderá mesmo torna-se mais densa, na terça e na quarta-feira.