Última hora

Última hora

Vários líderes mundiais faltam ao funeral de Kaczynski

Em leitura:

Vários líderes mundiais faltam ao funeral de Kaczynski

Tamanho do texto Aa Aa

A poucas horas do enterro do presidente polaco Lech Kaczynski na catedral de Wawel, em Cracóvia, multiplicam-se os cancelamentos dos líderes mundiais que previam assistir à cerimónia.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, fez saber que não poderá estar presente, tal como o homólogo francês Nicolas Sarkozy, a chanceler alemã Angela Merkel e o presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, entre outros.

O encerramento do espaço aéreo polaco devido à nuvem de cinzas vulcânicas proveniente da Islândia levou outros altos dignitários a procurar soluções alternativas. Os presidentes da Letónia e da Eslováquia irão de carro até Cracóvia, enquanto o chefe de Estado checo Vaclav Klaus escolheu o comboio.

As cerimónias fúnebres de Kaczynski e da esposa Maria começaram já este sábado, com uma missa solene em Varsóvia, na presença do ex-primeiro-ministro e gémeo do falecido presidente, do líder histórico Lech Walesa, do chefe do governo Donald Tusk e do presidente interino Bronislaw Komorowski.

Durante a manhã de ontem, a principal praça da capital encheu-se com mais de cem mil polacos, que lembraram não só o chefe de Estado, como todas as 96 vítimas do acidente aéreo em território russo, entre as quais uma grande parte da elite política e militar do país.