Última hora

Última hora

Cipriotas gregos dizem que Eroglu é obstáculo à reunificação

Em leitura:

Cipriotas gregos dizem que Eroglu é obstáculo à reunificação

Tamanho do texto Aa Aa

Os cipriotas gregos consideram que o novo presidente da república Turca do Norte de Chipre vai ter um impacto negativo no processo de reunificação.

Darvis Eroglu venceu as presidenciais, este Domingo. O político de 72 anos defende uma solução de dois estados para a ilha de Chipre, pondo em causa o processo de reunificação apoiado pela União Europeia e pela ONU.

O porta-voz do governo cipriota grego afirmou esta segunda-feira que “as posições de Eroglu contra a federação e a favor de dois estados separados vão criar problemas nas negociações”.

A Turquia, um dos elementos-chave do processo, minimizou as dificuldades.

Num debate televisivo, o primeiro-ministro Tayyip Recep Erdogan sublinhou que “o presidente tem que continuar as negociações” e lembrou que Ancara é o garante do poder dos cipriotas turcos.

A ilha de Chipre está dividida desde 1974. A Turquia ocupou a parte norte do território na sequência de um golpe de estado dos nacionalistas cipriotas gregos apoiado por Atenas.

Em 2004, a ONU apoiou um plano de reunificação mas o documento acabou por ser rejeitado em referendo pela parte cipriota grega.

A reunificação é uma das condições para a adesão da Turquia ao clube europeu. A República Turca do Norte de Chipre só é reconhecida por Ancara. A parte grega que controla dois terços da ilha faz parte da União Europeia.