Última hora

Última hora

Dia D para a reabertura doespaço aéreo

Em leitura:

Dia D para a reabertura doespaço aéreo

Tamanho do texto Aa Aa

Aviões já mexem, mas por enquanto são apenas voos de ensaio

As companhias estão desesperadas, os passageiros em terra também.

Estima-se que haja 6,8 milhões de pessoas bloqueadas, por falta de transporte, em 313 aeroportos.

Os prejuízos são imensos, a situação é insuportável.

O Comissário Europeu dos Transportes reuniu-se este domingo,com o secretário de Estado Espanhol dos Assuntos Europeus.

E chegaram a uma conclusão óbvia:

“É claro que isto não é sustentável. Não podemos andar, nem ficar à espera, até que a nuvem de cinza desapareça”.

Para esta segunda-feira, está prevista uma reunião extraordinárias dos ministros dos Transportes da União Europeia, por video-conferência.

Este domingo, do aeroporto de Frankfurt saíu um avião, para um voo experimental que correu bem.

A British Airways também fez descolar um aparelho que atravessou, sem dificuldades, a núvem de cinzas vulcânicas.

E os passageiros, terão medo de voar?

“É uma boa pergunta. Não sei. Eu não tenho a certeza, mas ouvi dizer que os aviões estão OK, mas depende. Eu queria falar com eles, talvez eu consiga”, disse um japonês.

Um turista alemão tem ainda mais dúvidas:

“Se o Eurocontrole publicar uma nota de impresa a dizer que é seguro, eu pensarei. Mas depois disto tudo, das pedras que sairam do vulcão, depois de toda aquela actividade… eu não tenho a certeza”.

Confiança abalada, entre os passageiros.

A Air France e a holandesa KLM foram outras companhias que desafiaram as cinzas vulcânicas, com voos de ensaio.

A experiência decorreu sem problemas. No final, as inspecções efectuadas aos aparelhos também não detectaram qualquer anomalia.

Esta segunda-feira parece ser o dia de todas as decisões.

As pressões surgem de todo o lado e as autoridades podem não ter mais argumentos, para manter o espaço aéreo fechado.