Última hora

Última hora

Papa chora perante vítimas de abusos sexuais

Em leitura:

Papa chora perante vítimas de abusos sexuais

Tamanho do texto Aa Aa

O Papa encontrou-se este domingo, com oito das 45 vítimas de abusos sexuais, cometidos contra crianças, em Malta, nos anos 80.

O encontro durou 20 minutos e Bento XVI conversou depois, em privado, com cada um deles.

O chefe da Igreja católica ajoelhou-se perante as vítimas em silêncio e, depois, segundo um porta-voz do Vaticano, chorou.

O encontro aconteceu na Nunciatura Apostólica de La Valeta.

Os abusos foram cometidos num orfanato da igreja de malta.

Uma das vítimas contou a conversa que teve com o Papa:

“Ele disse-me: Eu recebo-o porque você teve a coragem de mostrar a cara e contar toda a história.E eu disse, Papa, o senhor recebeu-me e eu espero que sinta o vazio que outros padres, como o senhor, sentiram, ao longo destes 25 anos, porque eu perdi a fé. Eu acreditava que o Papa escondia alguma coisa. Mas quando se vê o próprio Papa de joelhos não se pensa que ele tente esconder seja o que for”.

O porta-voz do Vaticano disse ainda que o Papa manifestou o empenho da Igreja para apurar estes abusos e que usará todo o seu poder, para protegere as crianças e os jovens, no futuro.

As vítimas estavam acompanhadas pelos Bispos de Malta e Gozzo, quando foram recebidas por Bento XVI.