Última hora

Última hora

Avalanche de passageiros no Eurostar

Em leitura:

Avalanche de passageiros no Eurostar

Tamanho do texto Aa Aa

A crise aérea nos céus da Europa beneficia o negócio dos transportes alternativos em terra. 
Companhias de autocarros, táxis, ferry e comboios tiveram de fazer face à súbita avalanche de passageiros que tentam por todo os meios viajar para o Norte da Europa. 
  
A Eurostar aumentou o número de comboios de ligação até domingo, para ajudar os passageiros bloqueados pelo encerramento do espaço aéreo europeu.  

Os principais voos devem ser retomados progressivamente na Europa a partir desta terça-feira de forma a evitar a outros o que este viajante enfrentou: “Estivemos três dias bloqueados em Londres e chegamos aqui pelo Eurostar, esperamos agora partir para a Bulgária de autocarro, 36 horas de autocarro, é magnífico”.
 
Numerosas companhias ferroviárias reforçaram suas linhas com mais composições.
 
Desde que o espaço aéreo britânico encerrou, na passada quinta-feira, devido à nuvem de cinzas vulcânicas proveniente da Islândia, o Eurostar acrescentou 33 comboios aos seus serviços e já transportou um total de 165 mil passageiros, mais 50 mil que o habitual.

saiba mais aqui