Última hora

Última hora

China declara dia de luto nacional pelas vítimas do sismo

Em leitura:

China declara dia de luto nacional pelas vítimas do sismo

Tamanho do texto Aa Aa

O governo chinês fixou para amanhã um dia de luto nacional em memória das vítimas do tremor de terra de Qinghai.

Os socorristas continuam a trabalhar nos escombros, seis dias após a tragédia que matou mais de duas mil pessoas. Há quase duzentos desaparecidos.

O sismo afectou a região natal do Dalai Lama onde 90% da população é tibetana. O líder espiritual budista pediu às autoridades chinesas para visitar a zona da tragédia. Um pedido ignorado por Pequim.

Ontem, os socorristas conseguiram salvar três pessoas. Uma delas passou 130 horas entre os escombros.

As atenções das autoridades centram-se agora nas cerca de cem mil pessoas que ficaram sem casa. O governo anunciou que todos os sem-abrigo receberam uma tenda.

O trabalho dos doze mil soldados que se encontram no terreno é dificultado pela altitude, algumas localidades situam-se a quatro mil metros. Há ainda o obstáculo linguístico já que grande parte dos socorristas não fala tibetano.