Última hora

Última hora

Uma nova nuvem de fumo sobre a Europa

Em leitura:

Uma nova nuvem de fumo sobre a Europa

Tamanho do texto Aa Aa

Um regresso lento e muito incerto dos aeroportos europeus à normalidade. Se países como a Itália, Suiça e França começaram hoje a reactivar progressivamente o seu espaço aéreo, o mesmo não se pode dizer do Reino Unido.
As autoridade britânicas mantêm a interdição de vooar até à meia-noite depois de ter sido assinalada uma nova vaga de nuvens de fumo e cinzas numa grande parte do corredor aéreo da Europa do norte.

Com abertura parcial de algunas aeroportos os passageiros enfrentam por vezes duas ou três escalas. Em Frankforte cruzam-se um sem fim de destinos mas a espera é a palavra de ordem.

Para esta crise aèrea que dura há seis dias, a pior da história da aviação civil, a UE decidiu estabelecer três zonas geográfica.
Uma primeira próxima do centro de emissões das cinzas do vulcão onde as restrições ao tráfego aéreo se mantêm absolutas; uma segunda onde serão levantadas mas a situação continuará sob vigilância em função de dados científicos; e uma terceira onde já não há “qualquer tipo de restrições”.

Saiba mais aqui