Última hora

Última hora

Transporte aéreo retoma normalidade

Em leitura:

Transporte aéreo retoma normalidade

Tamanho do texto Aa Aa

A maioria dos aeroportos europeus retomou a actividade após vários dias de paralisação, devido à nuvem de cinzas provocada pelo vulcão islandês.

O EUROCONTROL garante que 75% dos voos, que habitualmente cruzam os céus da Europa, vão poder voltar a operar o que representa cerca 21.000 ligações.

A previsão para esta quarta-feira indica que a distribuição da nuvem de cinzas, pelo espaço aéreo europeu, evolui de forma favorável.

A Protecção Civil Islandesa dá conta que as erupções do vulcão perderam cerca de 80% de intensidade.

Muitos passageiros começam a chegar aos seus destinos.

“Quando entrámos no avião, disseram-nos que poderíamos ir para Glasgow, para Belfast ou para Manchester, basicamente dependia de onde o avião pudesse obter o espaço aéreo no momento, então aterrámos em Belfast e ficámos lá durante uma hora e meia antes de finalmente termos vindo para Manchester”,afirma uma passageira.

Em França, as companhias aéreas garantem a realização da totalidade dos voos de longo curso.

Os países do Norte da Europa fortemente afectados pela paralisação como Finlândia, Polónia, Noruega, Dinamarca, Alemanha e Inglaterra também já reabriram os principais aeroportos.

“Nós vamos para casa para Copenhaga e Estocolmo. Viemos de Nairobi e devíamos ter embarcado na segunda-feira para ir para casa. Ainda não sabemos se vamos ou não para a Escandinávia”, disse uma passageira.

O caos provocado por quase uma semana de imobilização de aviões, custou às companhias aéreas europeias perto de 1,7 mil milhões de dólares. A estimativa é feita pela IATA, a Associação Internacional do Transporte Aéreo.

A União Europeia discute a possibilidade de conceder ajudas.

saiba mais aqui