Última hora

Última hora

Advogado de vítima de pedofilia quer levar papa Bento XVI

Em leitura:

Advogado de vítima de pedofilia quer levar papa Bento XVI

Tamanho do texto Aa Aa

Pela primeira vez, um advogado quer levar Bento XVI à barra do tribunal, por causa dos escândalos de pedofilia.

O agora papa é acusado de ter “falhado na missão de proteger as crianças de um padre que o Vaticano sabia ser um abusador.”

Mais do que uma indemnização, o advogado norte-americano exige a abertura dos arquivos do Vaticano, relativos às queixas de abusos sexuais. Jeff Anderson explica: “Este é o primeiro processo que fazemos directa e exclusivamente contra o Vaticano e a primeira vez em que se exige este tipo de reparação ao Vaticano.”

Em causa, uma carta enviada à Santa Sé por uma vítima do reverendo Lawrence Murphy em 1995. Bento XVI afirmara só ter tido conhecimento dos abusos do padre Murphy contra crianças surdas-mudas em 1999.

O porta-voz da Santa Sé, Federico Lombardi, diz que se trata de um golpe publicitário do advogado, agora que “a situação, nos Estados Unidos, melhorou. A questão é que, o relançamento do debate na Europa, nestes últimos meses, constituiu, espontaneamente, uma ocasião para certos grupos não favoráveis à igreja, reabrirem uma temática que, na realidade, nos Estados Unidos, já tinha sido amplamente afrontada.”

Esta quinta-feira, a demissão do bispo Walter Mixa, na Alemanha, por violência contra crianças, e de um bispo belga, por causa dos escândalos de pedofilia, vêm ensombrar ainda mais o quinto aniversário do Pontificado de Bento XVI – um aniversário ao qual a euronews dedica, hoje, uma emissão especial.