Última hora

Em leitura:

Alemanha enterra soldados mortos no Afeganistão


Alemanha

Alemanha enterra soldados mortos no Afeganistão

A Alemanha despediu-se dos quatro soldados mortos numa embuscada no dia 15 de Abril, na província de Bahglan, no norte do Afeganistão.

A cerimónia, com honras militares, teve lugar na catedral de Inglostadt, na Baviera, e juntou centenas de pessoas, incluindo altas figuras do Estado como a chanceler Angela Merkel. Mas coube ao ministro da Defesa, Karl-Theodor zu Guttenberg, fazer o “mea culpa” em nome do governo junto das famílias e pedir à Alemanha que apoie a missão no Afeganistão, apesar destas mortes.

O governo de Angela Merkel tem justificado a participação da Alemanha na missão da NATO no Afeganistão com a protecção da segurança alemã. Argumento que não convence.

A mais recente sondagem revela que 53% dos alemães não acreditam no que diz o governo.

O cepticismo público é alimentado à medida que sobe o número de soldados mortos. Desde 2001, Berlim já perdeu no Afeganistão 43 soldados.

Após a cerimónia em Inglostadt, os corpos dos quatro militares foram transportados para as respectivas cidades natais.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Arménios recordam mortos do massacre de Yerevan