Última hora

Última hora

Grécia domina reunião do FMI

Em leitura:

Grécia domina reunião do FMI

Tamanho do texto Aa Aa

A situação na Grécia dominou a reunião do Fundo Monetário internacional, FMI, que decorreu em Washington.

Neste encontro, o secretário norte-americano do Tesouro, Timothy Geithner, apelou ao FMI e à Europa que “actuem rapidamente” para solucionar a crise grega.

Por seu lado o ministro das finanças canadiano afirmou que muitos países europeus temem que os 45 mil milhões de Euros que a Grécia vai receber não sejam suficientes.

Dominique Strauss-Kahn, director geral do Fundo Monetário Internacional, garante que a Grécia não é a única preocupação. Explica que, neste momento, o FMI está a tentar dar conselhos em nome de toda a comunidade internacional e a concentrar recursos para ajudar em nome de toda a comunidade. Remata dizendo que os cidadãos gregos não devem temer o FMI. A instituição está ali para tentar ajudá-los.

O Primeiro-ministro grego está a braços com uma crise profunda. George Papandreou está consciente de que está a ser vigiado pela União Europeia e pelo FMI. Diz que concorda com as palavras de ordem dos protestos de sexta-feira mas acrescenta que a UE e o FMI só se irão embora quando a economia do país estiver em ordem.