Última hora

Última hora

Rússia ultima acordos para os gasodutos na Europa

Em leitura:

Rússia ultima acordos para os gasodutos na Europa

Tamanho do texto Aa Aa

O primeiro-ministro russo já tinha chegado a Viena com um objectivo e cumpriu-o: obteve a participação da Áustria no Projecto South Streeam

Um gasoduto que vai transportar o gás russo desde os distantes confins da Sibéria até à Europa através do Mar Negro. A ghegada do gás a Baumgarten é possível graças à cooperação do grupo energético austríaco com o italiano, o russo e, brevemente, o francês.

A Rússia quer assegurar uma boa parte do mercado europeu com a construção de dois gasodutos que rodeiam os países do Leste. O North Stream que se liga directamente à Alemanha e o South Stream, que os especialistas consideram rival do projecto europeu Nabucco.

O South Stream vai distribuir 63 mil milhões de metros cúbicos por ano, e vai custar 10 mil milhões de euros; entra em serviço em 2015.

O Nabucco vai alcançar os 31 mil milhões de metros cúbicos por ano com um investimento de cercade oito mil milhões de euros e prevê-se a inauguração em 2014.

A União Europeia, que conta com o apoio de Estados Unidos, pretende que o projeto Nabucco diversifique e reduza a dependência energética da Rússia.

Mesmo que este projecto tenha um ponto fraco, que Putin não deixou de sublinhar: o consórcio Nabucco não assinou ainda qualquer contrato com os fornecedores de gás.