Última hora

Última hora

Tailândia: aumentam os receios de uma guerra civil

Em leitura:

Tailândia: aumentam os receios de uma guerra civil

Tamanho do texto Aa Aa

Aumentam os receios de uma guerra civil na Tailândia, depois do primeiro-ministro ter rejeitado a proposta dos camisas vermelhas.

Nas ruas há sete semanas, os apoiantes do antigo chefe de Governo, Thaksin Shinawatra, exigem a dissolução do Parlamento e a convocação de eleições antecipadas.

Os protestos paralisaram o coração de Banguecoque, pelo menos 26 pessoas morreram, dezenas foram detidas.

A Comissão Eleitoral tailandesa apresentou, entretanto, no Tribunal Constitucional uma petição para a dissolução do Partido Democrata do chefe de Governo. Em causa está um suposto caso de financiamento ilegal nas eleições realizadas em 2005.

Os camisas amarelas, fiéis ao Governo, querem uma solução para o impasse político no país e exigem a instauração da lei marcial.

O rei da Tailândia fez uma rara aparição na televisão pública, mas escusou-se a fazer qualquer comentário directo à situação politica no país.

O campo monárquico admite tomar medidas para proteger a nação, caso o executivo não consiga dispersar os camisas vermelhas que ocupam o centro de Banguecoque.