Última hora

Última hora

Teme-se um desastre ecológico no Golfo do México

Em leitura:

Teme-se um desastre ecológico no Golfo do México

Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades mexicanas não conseguem evitar a maré negra causada pela explosão de uma plataforma petrolífera da BP.

O equipamento encontra-se submerso a 68 quilómetros da costa da Luisiana e há uma semana que derrama combustível, fala-se de uma pedra diaria de 1000 barris de petróleo, que além de ameaçar os ecossistemas marinhos pode chegar a terra.

A plataforma esteve a arder durante 36 horas e afundou-se na quinta-feira. Durante o fim-de-semana os trabalhos de limpeza estiveram suspensos devido ao mau tempo. Continuam desaparecidos onze funcionários da plataforma depois de o resgate de cem trabalhadores.

A plataforma é propriedade da Transocean, uma subcontratada da petrolífera BP, e estava a fazer furos exploratórios a 80 quilómetros de distância da costa do estado de Luisiana.

A mancha de petróleo estende-se a uma área de 8 quilómetros de largura e um quilómetro e meio de comprimento e um cenário catastrófico parece desenhar-se.