Última hora

Em leitura:

Oposição ucraniana contra frota russa no Mar Negro


Ucrânia

Oposição ucraniana contra frota russa no Mar Negro

Agudiza-se a tensão entre a oposição e o governo na Ucrânia. Esta manhã, no Parlamento, houve lançamento de ovos e os deputados partiram para a violência.
 
Na origem da confusão, está a ratificação de um acordo sobre a manutenção por mais 25 anos da frota russa no Mar Negro, em troca de gás mais barato.
 
O acordo foi aprovado por 236 votos a favor. Para os anunciar, o presidente da Assembleia teve de se proteger com guarda-chuvas.
 
No exterior, o ambiente era igualmente tenso. Milhares de pessoas juntaram-se para protestar contra o acordo, que vêem como um abandono da soberania ucraniana.
 
A manifestação foi rodeada por um forte dispositivo de segurança. A polícia tentava travar os manifestantes de entrar no Parlamento.
 
“É um perigo para a integridade do território ucraniano. Toda a gente sabe que este porto é uma fortaleza das políticas anti-ucranianas”, diz um manifestante ucraniano.
 
Algumas centenas de pessoas organizaram uma contramanifestação a favor do acordo e em apoio ao chefe de Estado, Viktor Ianukovich.
 
Uma cidadã russa explica que veio para “apoiar o presidente e o acordo assinado com Moscovo”.
 
Na semana passada, o presidente ucraniano, Viktor Ianukovich, e o homólogo russo, Dmitri Medvedev assinaram o polémico acordo. Kiev aceita o prolongamento do aluguer russo da base ucraniana de Sebastopol – que deveria terminar em 2017 - por mais 25 anos, em troca da descida de 30% do preço do gás.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

"Camisas vermelhas" bloqueiam coluna militar