Última hora

Última hora

Senadores republicanos bloqueiam debate sobre reforma financeira norte-americana

Em leitura:

Senadores republicanos bloqueiam debate sobre reforma financeira norte-americana

Tamanho do texto Aa Aa

Os republicanos do Senado norte-americano votaram em bloco contra o início do debate a reforma financeira, também conhecida como reforma de Wall Street, proposta pela administração Obama.

Os democratas precisavam de 60 votos para iniciar as negociações, mas não foram além de 57 votos devido a uma rejeição em bloco dos republicanos. Um senador democrata também votou contra a proposta da Casa Branca.

Depois do voto, Barack Obama disse estar profundamente desiludido e acusou alguns republicanos de atrasarem o debate para poderem negociar à porta fechada com membros da indústria financeira que podem tornar a reforma menos eficaz.

O analista Jeff Kleintop defende que “Wall Street precisa de uma melhor regulação e sobretudo de reguladores com mais poderes. Mas não tenho a certeza de que o que estamos a ver hoje em termos de propostas seja o mais eficaz.”

A reforma proposta pela administração Obama que tem como objectivo impedir a repetição de uma crise como a de 2008 é vista como a maior desde a Grande Depressão, em 1929.

Os republicanos já fizeram saber que têm esperança num compromisso bipartidário em relação a esta legislação.