Última hora

Última hora

Grécia paralisada

Em leitura:

Grécia paralisada

Tamanho do texto Aa Aa

A Grécia estáa quase paralisada por manifestações constantes que contestam as medidas de austeridade – está terça feira, foram os trabalhores dos transportes que fizeram greve,deixando Atenas e outras cidades praticamente paradas.

Um beco sem saída. A produção vai baixando todos os dias, e o país não tem condições, para solver a dívida pública.

As centrais sindicais estão a apelar a uma greve nacional, para o próxima semana.

E agência de notação Standard & Poors colocou mais pressão sobre o governo, ao baixar o nível da dívida.

O ministrio das Finanças foi à televisão contestar aquela agência:

“A descida de hoje não reflecte o real estado da economia grega, da cobrança fiscal ou das negociações em curso, com a União Europeia e o FMI e que terão sucesso, dentro de dias. Os que apostam na bancarota estão a perder o seu tempo. Fizemos o nosso trabalho e agora é altura de a Europa cumprir a sua parte”.

Considerou ainda inadmissível que a Alemanha esteja a bloquear a entrega do pacote de ajuda, prometido por Bruxelas.

Garantiu que, quando a Europa libertar as verbas previstas no programa de ajuda trianual, a Grécia por solver os seus compromissos internacionais, sem problemas.

O pacote de ajuda da União Europeia ascende a 30 mil milhões de euros, a que se somam os 15 mil milhões vindos os Fundo Monetário Internacional.

Mas, por enquanto, são promessas, à espera de cumprimento.