Última hora

Última hora

Portugal segue pegadas da Grécia com redução da notação da S&P

Em leitura:

Portugal segue pegadas da Grécia com redução da notação da S&P

Tamanho do texto Aa Aa

Entre greves e reduções de notação financeira, Portugal parece caminhar cada vez mais para uma situação idêntica à da Grécia.

Num dia em que o executivo completa seis meses de governação, a greve no sector dos transportes teve uma elevada taxa de adesão a nível nacional e a agência de notação financeira Standard & Poor’s (S&P) cortou em dois níveis o rating de longo prazo da dívida portuguesa de A+ para A-.

O ministro das Finanças, Teixeira dos Santos apelou à determinação de todos para fazer frente aos importantes desafios que se avizinham afirmando que “é o momento em que o país tem que responder a este ataque dos mercados, tomando as medidas necessárias. Todos sem excepção temos de focar a atenção naquilo que deve ser prioritário para o país, pois as dificuldades da crise ainda não acabaram e o que importa é ultrapassá-las o mais rapidamente possível.”

Apesar do governo ter previsto uma redução do défice orçamental para 2,8% em 2013, a Standard & Poor’s prevê que a economia portuguesa estagne em 2010 e que o défice orçamental seja reduzido apenas para 4,1, nos próximos três anos.