Última hora

Última hora

Acordo para a Grécia terminado "nos próximos dias"

Em leitura:

Acordo para a Grécia terminado "nos próximos dias"

Tamanho do texto Aa Aa

O esboço de uma saída para a crise está a prestes a ser concluído.

As negociações sobre a ajuda financeira à Grécia “serão terminadas nos próximos dias”. A garantia foi dada pelo comissário europeu para os Assuntos Económicos e Monetários.

Olli Rehn não deu detalhes sobre o teor do acordo. Mas reiterou que o empréstimo europeu será condicionado a medidas de austeridade.

“A ajuda financeira vai dar à Grécia o espaço suficiente para respirar das pressões das bolsas, restaurar a sustentabilidade das finanças públicas e reencaminhar a economia para um caminho sustentável”, declarou Olli Rehn.

As condições para a cedência do empréstimo foram discutidas, esta tarde, na reunião entre o primeiro-ministro grego e os parceiros sociais. À saída, o presidente da maior confederação sindical do sector privado (GSEE) falou em chantagem do FMI e da União Europeia.

“Os credores estão, não apenas a fazer pressão, mas também a fazer chantagem e nem sequer aceitam negociar”, disse Yannis Panagopoulos. “Ficámos com a impressão de que se trata de um pacote difícil de medidas para as pessoas, de medidas contra o desenvolvimento e que vão provocar a recessão”, acrescentou.

Em troca de um envelope de 45 mil milhões de euros, a União Europeia e o FMI pedem à Grécia a redução de dez pontos da dívida pública até ao fim do próximo ano, cortes salariais, supressão dos subsídios de férias e de Natal e a subida do IVA.