Última hora

Última hora

Grécia precisa de ajuda internacional para sair da crise

Em leitura:

Grécia precisa de ajuda internacional para sair da crise

Tamanho do texto Aa Aa

A Grécia pode sair da crise, mas para tal precisa de ajuda internacional. George Papandreou mostrou-se confiante na capacidade do seu executivo tirar o país da crise, mas relembrou que Atenas precisa de tempo e esse tempo só o terá com a ajuda financeira proveniente da União Europeia (UE) e do Fundo Monetário Internacional (FMI).

Numa conferência que contou com a participação de políticos, empresários e diplomatas estrangeiros, o primeiro-ministro grego afirmou que “não se pode deixar que um pequeno incêndio – pequeno porque a Grécia representa apenas 2% ou 3% do PIB da União Europeia – fique fora de controlo. Seria prejudicial para a Grécia, que já sente os seus efeitos, mas poderia ser desastroso para a União Europeia e para o mundo.”

Ora esta ajuda internacional tem estado a ser bloqueada pela Alemanha que exige que Atenas apresente primeiro um programa credível de consolidação das suas contas públicas.

Após uma reunião com vários líderes do mundo das finanças, a chanceler alemã Angela Merkel disse esperar que as negociações entre a Grécia, a UE e o FMI “fiquem concluídas nos próximos dias. A Alemanha tomará a sua decisão com base nestas negociações. Trata-se da estabilidade da zona euro e nós não vamos fugir dessa responsabilidade.”

E é precisamente porque se trata da estabilidade do euro que a administração Obama está a seguir de perto a evolução financeira da Grécia, de acordo com o porta-voz da Casa Branca.

A moeda única europeia voltou a atingir mínimos de um ano face ao dólar, esta quarta-feira.