Última hora

Última hora

Urnas com cinzas humanas descobertas no Lago de Zurique

Em leitura:

Urnas com cinzas humanas descobertas no Lago de Zurique

Tamanho do texto Aa Aa

Foi uma descoberta no mínimo macabra a que foi feita por um grupo de mergulhadores no lago de Zurique. Várias dezenas de urnas com cinzas humanas foram encontradas no fundo do lago.

Os mergulhadores procuravam um pára-sol que caiu de um barco quando encontraram os objectos funerários com a insígnia do crematório Nordheim, utilizado pela organização suíça Dignitas, que promove o suicídio assistido. 13 urnas foram recuperadas e entregues à polícia cantonal.

Soraya Wernli, uma antiga empregada da Dignitas, conta que atirar as urnas para o lago é uma prática corrente da organização.

Wernli explica que o fundador da organização, Ludwig Minelli, sempre lhe disse que “as urnas acabariam por se dissolver na água porque eram feitas em barro. Ele deitava-as à água por razões financeiras porque era muito caro enviar as urnas para o estrangeiro e ele queria poupar dinheiro.”

Apesar dos testemunhos de antigos empregados da organização, a polícia continua a tentar identificar os responsáveis pelo delito. O patrão da Dignitas não quis comentar esta nova descoberta.

Em 2008, dois empregados da Dignitas foram apanhados em flagrante delito. Um delito passível de uma pena que pode ir até aos três anos de prisão e ao pagamento de uma multa de 50 mil francos suíços, o equivalente de 35 mil euros.

O Lago de Zurique é uma das reservas de água potável do cantão suíço.