Última hora

Última hora

Blair intervem na campanha britânica para evitar derrocada de Brown

Em leitura:

Blair intervem na campanha britânica para evitar derrocada de Brown

Tamanho do texto Aa Aa

O antigo primeiro-ministro britânico Tony Blair fez a sua segunda aparição na campanha eleitoral, para tentar reanimar a popularidade dos trabalhistas.

Durante uma visita a uma clínica no Nordeste de Londres, Blair reafirmou que, “o mandato de Gordon Brown não foi um fracasso”.

Um apelo de urgência ao eleitorado britânico depois das sondagens apontarem Brown como o grande derrotado do último debate de campanha, ontem à noite.

Sem conseguir convencer o eleitorado no seu tema forte – a economia – o actual primeiro-ministro perde assim terreno para o candidato conservador, David Cameron.

Para uma analista política, “tudo aponta para que o próximo parlamento não tenha uma maioria clara. Mas a situação pode ainda mudar se os conservadores aumentarem a vantagem sobre os trabalhistas e os liberais-democratas”.

O resultado dos liberais-democratas de Nick Clegg permanece a maior incógnita. O líder afirmou hoje que a campanha se resume agora ao duelo com os conservadores.

O historiador Philip Cowley lembra que, “uma das principais exigências dos liberais democratas prende-se com a reforma do sistema eleitoral. Se o partido conseguir obter esta reforma no quadro de um acordo de coligação, irá certamente ter mais peso no parlamento o que significa que um governo de minoria será inevitável”.

A menos de uma semana das eleições, a perda de terreno dos trabalhistas ameaça inflamar a batalha entre os dois restantes partidos, um combate que se anuncia como violento e que, ao final poderá ainda acabar por beneficiar Brown.