Última hora

Última hora

Deputados belgas aprovam interdição do véu

Em leitura:

Deputados belgas aprovam interdição do véu

Tamanho do texto Aa Aa

O Parlamento belga votou a interdição do uso do véu islâmico integral no país, um voto simbólico que deverá ainda ser submetido ao Senado. Se o texto for igualmente adoptado pelo senadores a Bélgica será o primeiro país europeu a legislar sobre o assunto.

A lei proibe do do véu integral, nos espaços públicos, inclusive nas ruas – uma decisão sem precedentes no mundo ocidental, e apesar de a Bélgica estar atualmente sem governo, consumida numa crise política.

O texto foi aprovado por unanimidade, com duas abstenções.

Este analista lembra que o debate foi politizado que a proposta não vei da extrema direita e nenhum partido de esquerda teve coragem de se opor.

A lei, que não menciona explicitamente a ‘burca’ nem o ‘niqab’, prevê que as pessoas que se “apresentarem no espaço público com o rosto encoberto, mascarado ou escondido, totalmente ou em parte, impedindo-as de ser identificadas” serão punidas com multa e/ou pena de prisão de um a sete dias.

Há um ano e meio, as mulheres que usam o véu islâmico integral nos espaços públicos são multadas pela polícia.

Em 2009, foram registradas 29 multas na região de Bruxelas pelo uso da burca em local público.

A vice presidente da comité muçulmano na diz que os taliban considera que uma mulher sem burqa ‘e uma mulher a mais e aqui quando ouvimos o discurso dos nosso politicos uma mulher com burca é uma mulher as duas são formas de extremismo e de violencia contra a mulher.

O texto deve ainda passar pelo Senado, atribulado, no momento com a expectativa de dissolução do parlamento belga prevista para a próxima semana.