Última hora

Última hora

Economia e imigração dominam último debate entre candidatos a primeiro-ministro britânico

Em leitura:

Economia e imigração dominam último debate entre candidatos a primeiro-ministro britânico

Tamanho do texto Aa Aa

Terceiro e último debate televisivo entre os líderes e candidatos a primeiro-ministro dos três partidos britânicos, um dia após o caso do chamado “Bigotgate”.

Gordon Brown, chefe de governo cessante e líder trabalhista, David Cameron, dirigente conservador, e Nick Clegg, chefe do Partido Liberal Democrata, reuniram-se no Great Hall da Universidade de Birmingham, no norte de Inglaterra, para debaterem economia e medidas para tirar o Reino Unido da crise.

No entanto acabou por ser a imigração o tema que mais incendiou o debate.

“Temos vistos biométricos, temos autorizações de residência e vamos contar as pessoas que entram e saem do país. Estamos a agir e eu quero ver essa acção funcionar através das medidas que estamos a adoptar”, defendeu Gordon Brown.

David Cameron optou pela estratégia de denunciar as políticas dos seus adversários. “As pessoas precisam saber que os liberais-democratas propõem uma amnistia para os imigrantes ilegais. Isto pode significar que perto de 600 mil pessoas que estão aqui ilegalmente podem vir a ser autorizadas a ficar cá.”

Nick Clegg defendeu-se afirmando que “temos que fazer algo relativamente às pessoas que estão a viver na sombra da economia. Gordon Brown e David Cameron pretendem apenas negar que isto é um problema e pensam que ele vai desaparecer. Mas não vai.”

De acordo com duas sondagens divulgadas logo a seguir ao debate que durou uma hora e meia, o líder conservador, David Cameron, foi o grande vencedor.