Última hora

Última hora

Grécia: mercados reagem com cepticismo

Em leitura:

Grécia: mercados reagem com cepticismo

Tamanho do texto Aa Aa

Os gregos têm dúvidas sobre a eficácia das medidas anunciadas pelo governo para resolver a crise e os mercados também.

As principais praças europeias abriram em terreno negativo e com o euro a descer face ao dólar na primeira reacção do mercado ao plano de ajuda aprovado este domingo.

O principal índice alemão, o Dax, desvalorizava 0,54%, o Ibex-35 de Madrid recuava 1,79.

O analista financeiro, Robert Halver acredita que o euro não vai cair de forma dramática, “embora não esteja em condições de subir drasticamente porque há sempre um risco: será que a Grécia vai conseguir é a questão. Será que o país capaz de de dar esse salto quântico?”

O primeiro resgate da história da moeda única ascende a 110 mil milhões de euros. Muitos acreditam, que este é o início do fim

“Creio que nos vai atingir e que esta é, apenas, a ponta do iceberg. tenho medo disso” afirma um alemão.

Um dos objectivos de plano é evitar que outros países sejam contaminados como Espanha e Portugal.

Lisboa vai emprestar a Atenas dois mil milhões de euros.

O governo grego quer reduzir défice público para menos de 3% do PIB até ao fim de 2014. Para isso, propõe aumentar o IVA e cortar com os subsídios de férias e de Natal dos funcionários públicos.