Última hora

Última hora

Iraque faz recontagem manual dos votos de Março

Em leitura:

Iraque faz recontagem manual dos votos de Março

Tamanho do texto Aa Aa

Sob alegações de fraude, começou, esta segunda-feira, em Bagdad, a recontagem manual de dois milhões e meio de votos, após as legislativas de 7 de Março, que não deram maioria absoluta a nenhum partido.

Agora, vai ser preciso esperar mais duas semanas, para que a recontagem dos votos das onze mil assembleias do distrito de Bagdad se termine.

Uma demora que, poderá, contudo ter consequências positivas. Hassim Ismaeel, representante do governo, considera que “a recontagem vai pôr fim à incerteza que reina desde as eleições. Muitos partidos foram esmagados e põem em causa o resultado.”

Os resultados preliminares das eleições tinham dado a vitória a Iyad Allawi. Mas a coligação do ex-primeiro ministro xiita secular, tem apenas dois assentos parlamentares a mais do que o partido do actual chefe do governo, Nuri al-Maliki.

Foi al-Maliki que exigiu a recontagem, alegando fraude. Mas Maliki já apresentou uma nova queixa: a comissão eleitoral não estará a fazer uma comparação séria entre o número de boletins inseridos nas urnas e o número de eleitores que votaram.