Última hora

Última hora

"The Loony Party": o partido do humor nas legislativas britânicas

Em leitura:

"The Loony Party": o partido do humor nas legislativas britânicas

Tamanho do texto Aa Aa

O humor britânico volta a marcar presença nas legislativas do Reino Unido.

Há uma formação que se assume como o partido da mudança. Chama-se “Official Monster Raving Loony Party” e propõe bicicletas fluviais para reduzir o tráfego e diminuir a afluência nos transportes públicos.

O programa foi apresentado num bar, diante de um eleitorado pouco sóbrio. O cabeça de lista, Knigel Knapp, quer cativar os abstencionistas, cansados da política e dos escândalos relacionados com as despesas dos deputados.

Knigel Knapp pede aos eleitores que, em vez de não votarem – “já que nenhum político vale a pena” – que votem nele. “Essa será uma forma de mostrar o seu voto de protesto”, diz.

O objectivo de Knapp é modesto: ter 5% dos votos para recuperar os 500 euros investidos na campanha.

O partido apresenta 45 candidatos. Foi fundado em 1963 e, desde então, tem tentado dar música aos políticos do Reino Unido, como mostram as imagens da campanha.