Última hora

Última hora

Bruxelas quer terminar reforma da Política Comum da Pesca até final de 2011

Em leitura:

Bruxelas quer terminar reforma da Política Comum da Pesca até final de 2011

Tamanho do texto Aa Aa

Como orientar a pesca europeia? A Comissão espera ter a resposta até ao final de 2011, quando prevê terminar as negociações sobre a reforma da Política Comum da Pesca. O assunto juntou 200 responsáveis governamentais europeus na cidade espanhola de Vigo, na Galiza.

Maria Damanaki, comissária europeia para a Pesca, evoca a importância de uma mudança da política para uma “indústria que se baseie no uso sustentável dos recursos nacionais”.

A pesca excessiva foi denunciada pela Greenpeace, durante o encontro, e Bruxelas reconhece que é um problema, mas não há acordo sobre o estatuto da pesca artesanal, mais respeitosa do ambiente.

Mudar é necessário, mas para já os pescadores parecem alheios à reforma. Um pescador basco garante que a vida é gerida dia a dia, que há dias em que não pescam nada e regressam a casa com a esperança de pescar algo no dia seguinte.

Neste grande debate, as divisões são muitas, a começar pela criação de um mercado europeu para troca de quotas de pesca. Espanha, que é o país europeu com a maior frota europeia, está isolada.