Última hora

Última hora

Nuvem de cinzas volta a deixar aviões em terra

Em leitura:

Nuvem de cinzas volta a deixar aviões em terra

Tamanho do texto Aa Aa

A nuvem de cinzas do vulcão islandês voltou a perturbar o espaço aéreo europeu. A Organização Europeia de Navegação Aérea, Eurocontrol, estimou que se devem ter registado menos 300 voos do que o habitual.

Como ontem, a Escócia, a Irlanda do Norte e a República da Irlanda foram as mais afectadas. O aeroporto de Dublin vai manter-se fechado até às quatro da manhã.

Um casal inglês tenta regressar a casa desde ontem. “Chegámos ao aeroporto às 8h30, fizemos o ‘check in’, passámos a segurança e estava tudo bem. Ontem, também estivemos cá e aconteceu a mesma coisa. Mas, pelo menos, ontem não passámos as portas para ver o voo cancelado”, conta a mulher.

O marido acrescenta: “Talvez nos enviem para um aeroporto inglês diferente. Mas a frustração é a possibilidade de chegarmos ao topo da fila e já não haver voo”.

A emissão de cinzas do vulcão islandês aumentou, mas mantém-se a um nível muito inferior ao do início da erupção, em Abril.

As perturbações de hoje também provocaram o cancelamento de, pelo menos, onze voos com chegada ou partida de Faro para aeroportos irlandeses ou escoceses.