Última hora

Última hora

Prostestos levam mais de 20 mil à rua

Em leitura:

Prostestos levam mais de 20 mil à rua

Tamanho do texto Aa Aa

A Grécia é hoje um país paralisado por mais uma greve geral dos trabalhadores da Função Pública a que se juntaram os trabalhadores do sector privado.

Os manifestantes ocuparam a Acrópole para protestarem contra os cortes salariais e a subida de impostos adicionais no valor de 30 mil milhões de euros, anunciados esta semana.

O primeiro-ministro pediu ao povo grego que aceitasse mais sacrifícios em troca de uma ajuda sem precedente da União Europeia e do Fundo Monetário Internacional, no valor de 110 mil milhões de euros.

As medidas de austeridade que são consideradas “selvagens” pelos sindicatos, incluem novos cortes salariais para os trabalhadores da Função Pública, o congelamento das pensões durante três anos e uma segunda subida, ainda este ano, do IVA e dos preços dos combustíveis, tabaco e bebidas alcoólicas.