Última hora

Em leitura:

Maré menos negra no Golfo do México


EUA

Maré menos negra no Golfo do México

A Administração Nacional Oceânica e Atmosférica dos Estados Unidos não espera que a mancha de petróleo, no Golfo do México, se expanda durante as próximas 72 horas.

Entretanto, para conter a maré negra, o grupo britânico BP, centra-se nas fugas assinaladas ao longo da conduta que ligava o poço à plataforma Deepwater Horizon. A British Petroleum construiu uma espécie de funil gigante que vai colocar sobre o poço.

Um representante da empresa explica como vão decorrer as próximas operações. “Durante o fim-de-semana vamos fixar a cúpula ao navio, vamos utilizar canos para puxar o óleo até à superfície para depois processá-lo. Se tudo correr como planeado, deveremos começar essa operação, de tentar processar o óleo na superfície e parar o derramamento no mar, segunda-feira”.

A BP adianta ter conseguido selar a menor das três fugas que causaram a maré negra. No terreno, as equipas de emergência tentam proteger as ilhas e o frágil litoral ameaçado pelo derrame de petróleo. Tentar preservar as 600 espécies animais ameaçadas é um dos objectivos principais.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Violência na Grécia provoca queda nas bolsas