Última hora

Última hora

Violência na Grécia provoca queda nas bolsas

Em leitura:

Violência na Grécia provoca queda nas bolsas

Tamanho do texto Aa Aa

A violência nas ruas da Grécia teve repercussões negativas nas bolsas europeias. O medo de que o plano de austeridade possa ser retardado provocou uma queda, generalizada, dos índices.

Bruxelas está alerta e Durão Barroso adverte para o facto da União Europeia não tolerar qualquer actividade especulativa. O Presidente da Comissão Europeia garante que a comissão fará tudo o que for necessário para assegurar que os mercados financeiros não se convertem num terreno especulativo. “O mercado livre é a base de funcionamento de uma economia bem sucedida, mas os mercados livres precisam de regras.”

Em Espanha, José Luis Zapatero e Mariano Rajoy encontraram-se para discutir a crise e encontrar saídas conjuntas. No final, o chefe do governo espanhol, saiu de mãos quase vazias. Apesar disso, Zapatero continua firme: “O governo tem um plano de redução do défice que vai cumprir integralmente. Mas vamos cumpri-lo sem pôr em risco a recuperação.”

Arrastado pela crise na Grécia, o Euro está instável e perde valor face ao dólar. A moeda única atinge o pior nível desde Março de 2009.