Última hora

Última hora

Especuladores na mira dos europeus em mais uma cimeira de crise

Em leitura:

Especuladores na mira dos europeus em mais uma cimeira de crise

Tamanho do texto Aa Aa

Está lançada a guerra aos especuladores. Os dirigentes europeus querem acabar com “especulações irresponsáveis”, acusando o sistema financeiro de ter agravado a crise grega que ameaça agora contagiar a zona euro.

A mudança das regras para o sistema será abordada na cimeira desta noite, em Bruxelas, entre os dirigentes dos países da zona euro. O encontro servirá para aprovar o plano de ajuda à Grécia e um acordo político sobre a reforma do Pacto de Estabilidade e Crescimento. Esta cimeira extraordinária deveria servir para mostrar unidade mas, no final, os europeus deverão sair com mais um acordo reduzido e que evidencia as divisões.

“Que lições é que a Europa deve tirar da crise grega e quais são os mecanismos para evitar que este cenário no futuro?”: foi a pergunta que colocámos a uma analista do Instituto alemão de Assuntos Internacionais e Segurança. Daniela Schwarzer respondeu: “Precisamos de melhores estatísticas, ou seja, mais poderes para a agência europeia de estatística, o Eurostat. Precisamos de uma aplicação estrita dos mecanismos de controlo, isto é, se um país tem realmente um défice demasiado elevado, os outros governos e a Comissão Europeia devem alertar e sancionar de forma mais rigorosa do que acontece actualmente”.

O plano de ajuda à Grécia teve de ser confirmado pelos 16 países da zona euro. Na Alemanha, a luz verde foi dada esta manhã pelas duas Câmaras do Parlamento, ao mesmo tempo que a Assembleia da República, em Lisboa.