Última hora

Última hora

A ameaça da maré negra avança sobre as Freemason

Em leitura:

A ameaça da maré negra avança sobre as Freemason

Tamanho do texto Aa Aa

As ilhas Freemason poderão ser as próximas vítimas da maré negra, depois último fim-de-semana, os primeiros resíduos de petróleo terem atingido à costa da Luisiana.

A companhia petrolífera British Petroleum está a fazer os possíveis para travar o derrame diário de 800 mil litros de petróleo.

À superfície, a diminuição da intensidade do vento pode nas próximas 24 horas ajudar a controlar o alastramento da maré negra que se estende já por uma área de 200 km de comprimento e 110 km de largura, mas nas profundezas a operação é muito mais exigente.

Algumas bolsas de petróleo estão a ser queimadas mais perto da antiga plataforma – cuja explosão dia 22 de Abril terá causado a morte a 11 trabalhadores.

No terreno, há quatro mil voluntários aos quais a BP estará a pagar dez dólares por hora para proteger as praias.