Última hora

Última hora

Esquerda pode ganhar terreno na Alemanha

Em leitura:

Esquerda pode ganhar terreno na Alemanha

Tamanho do texto Aa Aa

As eleições regionais no estado mais populoso da Alemanha, a Renânia do Norte-Vestefália, podem desequilibrar a distribuição de assentos no Bundestag, parlamento federal.
 
Quer em Berlim, quer em Dusseldorf, capital da Renânia do Norte, o poder está nas mãos da coligação entre democratas cristãos e liberais.
 
Jurgen Ruttgers, governador do estado e líder da CDU regional, de acordo com as sondagens, pode obter mais de 40 por cento dos votos, mas os liberais parecem estar em queda.
  
E se a esquerda ganhar terreno como se espera, será Hannelore Kraft, líder do Partido Social Democrata, SPD, quem poderá decidir a próxima coligação no executivo regional.
 
Além de Kraft, a esquerda em geral é considerada o bloco em ascenção neste escrutínio que conta com 13 milhões de eleitores. 
 
Uma das razões apontadas para o aumento de votos na esquerda na Renânia do Norte Vestefália é o apoio financeiro da Alemanha à Grécia, uma decisão que pode custar uma maioria parlamentar à chanceler Angela Merkel.