Última hora

Em leitura:

Impasse no Reino Unido atormenta mercados financeiros


Reino Unido

Impasse no Reino Unido atormenta mercados financeiros

Quem será o próximo inquilino do nº 10 de Downing Street?

A dúvida promete aumentar nos próximos dias, perturbando a tranquilidade dos mercados financeiros.

Sem maioria absoluta, o líder do Partido Conservador terá de chegar a acordo com os liberais democratas, de Nick Clegg, se quiser derrotar 13 anos de poder Trabalhista.

Representantes dos dois partidos reunem-se este domingo, num encontro que se adivinha pouco decisivo.

Os Liberais Democratas querem poucas cedências de Nick Clegg.

Centenas de militantes manifestaram-se mesmo às portas da sede do partido. Exigem que o líder pressione David Cameron para uma reforma no sistema eleitoral, favorável apenas aos dois maiores partidos.

Do outro lado, os Trabalhistas acenam com um “sim”.

“Perdemos a maioria, mas os Conservadores não ganharam e ainda há uma maioria grande em termos de assentos e votos de partidos progressistas. Para mim trata-se de uma oportunidade excitante para mudar de uma vez por todas o nosso sistema de voto injusto e desacreditado”, diz Ben Bradshaw, deputado Trabalhista.

O trabalhista Gordon Brown, actual chefe de governo, já disse que respeita o direito dos Conservadores negociarem com os Liberais Democratas. Mas avisou que ainda está no cargo e que caso o diálogo falhe está preparado para tentar a continuidade ao lado de Clegg.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Explosão em mina russa faz pelo menos 11 mortos